Como levar a criança na moto

Veja 10 regras para transportá-la com segurança na garupa
  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Como levar a criança na moto
Geraldo Simões
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

IMAGE

Não é novidade que a moto, especialmente na faixa de 125 a 250cc, está assumindo o papel do primeiro veículo motorizado da família. Hoje a frota brasileira já superou os 20 milhões de unidades nas ruas. Além de servir como ferramenta de trabalho – para motofretistas e mototaxistas – também é usada como único veículo da casa e serve para transportar toda a família; inclusive as crianças.

Pelo Código de Trânsito Brasileiro, só é permitido levar crianças acima de sete anos na garupa das motos. Nessa idade, normalmente a criança já alcança os pés nas pedaleiras traseiras. Se não alcançar, ela não deve ser transportada.

Veja algumas regras para levar a criança na garupa e preservar a segurança da família.

1 - Respeite o tamanho do pequeno passageiro. Se a criança não alcançar as pedaleiras traseiras não a leve! Com os pés soltos, sem apoio, ela pode encostar no escapamento quente ou até deixar o calçado entrar na roda, causando sustos e ferimentos.

2 - Só transporte a criança na parte de trás. Nunca leve uma criança na frente do piloto. Além de ilegal, dificulta a manobra porque limita o esterçamento do guidão. Também pode projetar a criança em direção ao painel da moto no caso de frenagem abrupta.

3 - Não leve a criança entre dois adultos. Além de proibido por lei, nessa condição ela não tem domínio da situação e pode ser espremida em caso de freada ou choque.

4 - Use equipamentos próprios. O capacete deve ser do tamanho adequado e nunca de adulto. Um capacete folgado não protege porque é arremessado em caso de impacto. Também use calçados, casaco e luvas adequados.

5 - Evite mochilas e bolsas penduradas. Se possível leve a bagagem presa ao bagageiro ou em alforjes laterais. Bolsas pesadas desequilibram a criança. Em último caso o piloto é quem deve levar a carga.

6 - Oriente-a sobre como se comportar. Explique à criança que ela deve se segurar na cintura do piloto e a acompanhar o movimento de corpo de quem pilota a moto.

7 - Atenção às jornadas longas. Normalmente as crianças tem mais sono que os adultos. Além disso, como ela não tem visibilidade para frente, perde o interesse e tende a relaxar. Se sentir que a criança está cochilando pare a moto e faça uma pausa. Se o sono for incontrolável, o melhor é deixa-la dormir por alguns minutos.

8 - Respeite a personalidade da criança. Se ela estiver com medo, tensa, evite levar na moto. Ela pode se assustar e tomar decisões imprevistas.

9 - Menor ao guidão, não! Adolescentes costumam fazer pressão para pilotar a moto. Como a tentação é muito grande, mantenha a chave da moto em local secreto. Nem em condomínios fechados o menor pode pilotar, e não acredite nas falsas propagandas de motos de 50cc serem isentas de habilitação. Isso não existe!

10 - Reduza bem a velocidade. Os pequenos garupas são naturalmente mais frágeis.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors