Mercedes revela detalhes sobre seu 'F1 de rua'

Project One terá cinco motores, mais de 1.000 cv e apenas 275 unidades produzidas, todas já comercializadas

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Mercedes revela detalhes sobre seu 'F1 de rua'
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Não é segredo que a Mercedes-Benz está desenvolvendo um superesportivo totalmente baseado nas tecnologias usadas nos carros da marca que disputam a Fórmula 1. O Project One será revelado apenas em setembro, durante o Salão de Frankfurt, mas a montadora divulgou muitas informações técnicas sobre o supercarro durante as comemorações dos 50 anos da AMG, divisão de alta performance da companhia, nas 24 Horas de Nürburgring, no fim de semana que passou.

icon photo
Legenda: mercedes-amg-project-one.jpg
Crédito: mercedes-amg-project-one.jpg

Com produção prevista de apenas 275 unidades, todas já vendidas e cuja entrega deve ser finalizada até o fim de 2020, o Project One é um showroom sobre rodas das tecnologias mais avançadas da Mercedes e, ao que tudo indica, está praticamente pronto para entrar em produção. O preço estimado é de 2,275 milhões de euros (cerca de R$ 8,3 milhões na conversão direta).

icon photo
Legenda: mercedes-amg-project-one-underpinnings_1.jpg
Crédito: mercedes-amg-project-one-underpinnings_1.jpg

O motor V6 é turbinado e traz 1,6 litro, como na F1, e é uma adaptação da unidade usada por Lewis Hamilton no campeonato de 2015 da categoria. Para ser usado nas ruas, ele recebeu novos virabrequim, pistões e central eletrônica para durar 50 mil km – depois disso, precisará ser retificado. Para se ter uma ideia, motores convencionais em carros de passeio são homologados para durar, em média, 240 mil km. Um dos motivos para a menor durabilidade são os giros altíssimos: em ponto-morto, o V6 trabalha a 4.000 rpm e a faixa de corte é de impressionantes 13.500 rotações por minuto.

A potência total, segundo a Mercedes-Benz, será de mais de mil cavalos e não vai ser proveniente exclusivamente do propulsor de seis cilindros. Como no monoposto da F-1, o Project One terá propulsão híbrida: dois motores elétricos instalados no eixo dianteiro vão ajudar a empurrar a máquina, além de permitir rodar apenas na eletricidade, com autonomia de 24 km.

icon photo
Legenda: mercedes-amg-project-one-underpinnings_6.jpg
Crédito: mercedes-amg-project-one-underpinnings_6.jpg

Existem ainda outros dois propulsores elétricos, um ligado diretamente ao virabrequim e outro usado para acionar o turbocompressor acoplado ao V6 e sua função é justamente permitir respostas instantâneas ao pedal do acelerador. As baterias que alimentam os quatro motores a eletricidade vão instaladas no assoalho, no centro do carro, e são as mesmas unidades do carro da Fórmula 1, pesando cerca de 100 kg.

icon photo
Legenda: mercedes-amg-project-one_1.jpg
Crédito: mercedes-amg-project-one_1.jpg

A montadora ainda não informa qual será o peso total do Project One, mas especula-se que ele vai ter menos de 1.350 kg, graças ao chassi totalmente de fibra de carbono e ao uso do motor, instalado na posição central-traseira, e do câmbio, na dianteira, como parte da estrutura do veículo. Por falar na transmissão, ela terá oito marchas e será do tipo monoembreagem.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors