Tem espaço?

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Tem espaço?
Nelson Piquet
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Desde que foi lançada no ano passado, a A1 GP tinha como propósito ser uma alternativa automobilística para os meses de inverno do Hemisfério norte. Fruto da criatividade de um xeique, que acabou mostrando fôlego curto de paciência vendendo a categoria, começou o seu segundo ano com um belo de um grid. Teve alguns problemas com o circuito de rua na China, mas tem mostrado que pode ser uma boa alternativa para um mercado que tem a capacidade de produzir muito mais pilotos do que a estrutura atual pode absorver.

Neste final de semana nas duas provas naquele belo circuito de Sepang, na Malásia, foram mais duas belas corridas aquela longa de domingo disputada no molhado com uma vitória no sábado do suíço Neel Jani e uma no domingo do alemão Nico Hulkenberg. O jovem alemão de 19 anos da vez é protegido do Willy Weber, empresário do Schumacão. E foi extremamente elogiado por sua atuação debaixo das difíceis condições.

Para o Brasil que mais uma vez usou o Rafa Mattos nas duas provas foi um final de semana para esquecer. No sábado uma batida tirou a equipe logo cedo da disputa e no domingo ainda foi pior com uma parada fora da janela estabelecida pelo regulamento que se transformou em uma desclassificação. Com os resultados a Alemanha lidera, seguida da Inglaterra em segundo e de um tríplice empate Malásia, México e França em terceiro.

Depois de ter liderado o início do campeonato do ano passado o Brasil vai apenas na 16º colocação geral à frente apenas de Singapura, Irlanda e Indonésia. São mais quatro provas Indonésia, Nova Zelândia, Austrália e África do Sul até a série estrear no Brasil, tempo suficiente para uma bela recuperação.

Acelerando fundo
O Jimmie Johnson acabou faturando o título da NASCAR e o nada acanhado total de 9 milhões de dólares em prêmios durante o ano! Foi o 2º piloto com mais vitórias cinco contra seis do Kasey Kahne mas terminou muito mais corridas e liderou o Campeonato durante mais tempo. Em 2007 tem a novidade do novo COT Car of Tomorrow, uma tentativa de modernizar a NASCAR que vai ser usado em algumas provas e é a prova definitiva de que mesmo uma categoria de sucesso não pode prescindir da inovação, sob pena de perder a sua liderança.

Na F3 Sul Americana o baiano Luiz Razia conquistou o Campeonato de 2006 vencendo a prova final e parte agora para a GP2. Até agora o jovem piloto radicado em Brasília fez direitinho o dever de casa. Tomara que a F3 também se inspire e volte aos bons tempos.

Congestionamento no mar
A Velux5Oceans volta ao mundo em solitário com apenas duas paradas de solitária tem apenas a definição. Está mostrando o maior índice de congestionamento de problemas nesses seus primeiros 36 dias de disputa. Vejam só: dos sete barcos que largaram, logo nas primeiras 24 horas um desistiu e quatro tiveram que voltar.

Recomeçaram todos e dois dias atrás um deles um dos ingleses que vinha em terceiro na classificação quase perdeu a quilha. Seu comandante, abandonando o barco, teve que ser resgatado por um outro concorrente outro inglês que vinha em segundo na prova que logo após viu seu mastro se quebrar. Tudo isso a mais de dois quilômetros de distância da terra firme, na África do Sul. Parece até filme tipo “Caçadores da Arca Perdida” onde não pára de acontecer coisa.

Lá na frente, muito tranqüilo em questão de distância mas com condições de vento e frio terríveis encontradas nas latitudes quarenta e mais segue o suíço Stamm no seu Cheminees Poujoulat. Em segundo, atrás dele, vai agora outra vez o japonês Shiraishi que encontrou até tempo para fazer um boneco de neve no convés do seu barco mesmo com vento de 30 nós e 5 graus de temperatura. Haja controle.
________________________________
Quer receber nossa newsletter e boletins de manutenção de seu carro? Então se cadastre na Agenda do Carro clicando aqui e receba boletins quinzenais com as notícias mais quentes!
_______________________________
E-mail: Comente esta coluna

Nelson Piquet é tricampeão mundial de Fórmula 1 e o primeiro campeão da Era Turbo da competição. Participou de 204 provas, com 23 vitórias. Atualmente se dedica à administração de suas empresas e à carreira esportiva do filho, Nelson Ângelo Piquet, o Nelsinho, além de ser colunista do WebMotors.

Envie essa coluna para uma amigoa

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors