Vencedores e vencidos de 2008

Ranking: alguns segmentos estão cada vez mais competitivos
  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Vencedores e vencidos de 2008
Fernando Calmon
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- O tradicional ranking, que completa dez anos, mostrou como alguns segmentos estão cada vez mais competitivos. Em 2008, entre os compactos, as famílias Gol e Palio ficaram bem próximas. No entanto, a tendência é a ampliação de comando da dupla Gol/Voyage. O critério de enquadramento continua igual. O simples esticar da distância entre eixos, sem aumento da largura, não muda o modelo de classe. É assim com Punto/Linea, Logan/Sandero, os Vectras e os C4s. Os consumidores parecem ter isso em mente na hora de escolher e explica o desempenho fraco do Linea.

Apesar da reação do novo Corolla, o Civic manteve uma liderança confortável. Quanto às stations pequenas, a esperada recuperação por parte da Palio Weekend confirmou-se. E o Picasso, com ajuda do Grand C4 Picasso importado, impôs-se na categoria. Um modelo surpreendente foi o Captiva. Em pouco mais de três meses, alcançou o terceiro lugar entre mais de 20 concorrentes. Já a descontinuação da Corolla Fielder indica a fraqueza das stations médias.

Igualmente em posições inabaladas mantêm-se EcoSport nada menos que 69% das preferências, Tucson, Fusion, Mercedes-Benz Classes S, Fit e Omega. A S10 conseguiu avançar na liderança, que nunca chegou a perder.
O resultado abaixo, em porcentuais, foi compilado por Paulo Garbossa, da ADK, seguindo orientações da coluna. Apenas os principais modelos, entre mais de 400 disponíveis, aparecem na classificação.

Compactos: Gol+Voyage, 18,1%; Palio+Siena, 17,9%; Celta+Prisma, 11,1%; Corsa hatch+sedã+Classic, 11%; Uno, 8,7%; Fox, 7%; Fiesta hatch+sedã, 5,9%; Logan+Sandero, 4,7%; Ka, 4%; 206+207, 2,9%; Polo hatch+sedã, 2,6%; Punto+Linea, 2,5%; C3, 2,2%. Gol e Voyage superam por pouco família Palio; Peugeot subiu uma posição.

Médios-compactos: Civic, 22%; Corolla, 15%; Vectra hatch+sedã, 13%; Astra hatch+sedã, 10,5%; Golf+Bora+Jetta, 8,5%; Focus hatch+sedã, 6,4%; C4 hatch+sedã, 6,2%; 307 hatch+sedã, 5,5%; Stilo, 5,2%. Civic não se abalou e Corolla superou os Vectras.

Médios-grandes: Fusion, 43%; Azera, 20%; Mercedes C+CLK, 9%; Accord, 6%; BMW 3, 5%; Camry, 4%. Fusion, ainda bem firme.

Grandes: Omega, 38%; Chrysler 300, 25%; Mercedes E+CLS, 12%. Omega perdeu só um pouco.

Topo: Mercedes S+CL, 54%; BMW 7, 19%; Lexus 460, 11%. Mercedes com tranquilidade.

Stations pequenas: Palio, 37%; SpaceFox, 27%; Parati, 21%. Palio Weekend recuperou a liderança.

Stations médias: Mégane, 42%; Corolla, 27%; Jetta, 13%. Mégane ajudou no fim da Corolla Fielder.

Monovolumes pequenos: Fit, 40%; Idea, 27%; Meriva, 24%. Mesmo com modelo antigo, Fit se impôs.

Monovolumes médios: Picasso+Grand, 42%; Zafira, 37%; Scénic+Grand, 17%. Líder aumentou a vantagem.

Pickups pequenas: Strada, 50%; Montana, 23%; Saveiro, 21%. Strada é dona do segmento.

Pickups médias: S10, 33%; Hilux, 23%; L200, 20%. S10 ampliou sua participação.

Utilitários esporte pequenos: EcoSport, 69%; Pajero TR4, 14%; Tracker, 13%. Nada abala o EcoSport.

Utilitários esporte médios: Tucson, 40%; CR-V, 16%; Sportage, 14%. Tucson, fácil, fácil.

Utilitários esporte grandes: Pajero Full+Sport, 26%; Hilux SW4, 21%; Captiva, 14%. Captiva chegou forte.

Esporte: Mercedes SLK, 30%; Boxster+Cayman, 16%; Audi TT, 11%. SLK folgou na ponta.


RODA VIVA


HYUNDAI adiou mesmo a construção da nova fábrica de compactos em Piracicaba, SP até que o cenário econômico mundial mostre tendência de estabilização. De outro lado, fontes de exterior indicam que o Honda City, versão sedã do Fit, cuja fábrica na Argentina está atrasada, poderá ter a produção transferida para Sumaré SP junto ao Civic e ao Fit atuais.

REPERCUSSÕES na mídia internacional sobre o possível acordo Chrysler-Fiat tendem ao ceticismo. Nenhuma das duas dispõe de capacidade de investimento, em especial o grupo americano dependente de empréstimo governamental. Os italianos continuam acenando à PSA Peugeot Citroën quanto a aliança ou fusão. Mas ainda não foram correspondidos.

FALTAVA algo de vivacidade à SpaceFox até a chegada do motor 1.600 cm³ de maior torque, da série EA 111, já disponível no restante da linha. Modelo 2009 da station argentina derivada do Fox mostra agora mais agilidade, mesmo com a potência mantida em 103 cv etanol. Faróis de refletor duplo estão também em todas as versões, inclusive na de entrada.

ÚLTIMO membro da família Peugeot 207, a versão Escapade da station, só conta com pneus de uso misto para ajudar em aventuras modestas fora de estrada. Além, claro, da suspensão elevada vão livre 24 cm, segundo a fábrica que lida bem com a buraqueira. Decoração não é chamativa – ponto positivo – e o conjunto evoluiu em mecânica e acabamento.

NOVAS válvulas injetoras de combustível da Magneti Marelli prometem 3% de economia de combustível e redução de até 20% na emissão de hidrocarbonetos. A empresa completou 30 no Brasil e espera para o próximo trimestre o primeiro cliente. Representante da engenharia VW estava no lançamento: primazia pode ser de um modelo da marca.


Leia outras colunas de Fernando Calmon aqui

_______________________________
Fernando Calmon fernando@calmon.jor.br é jornalista especializado desde 1967, engenheiro, palestrante e consultor em assuntos técnicos e de mercado nas áreas automobilística e de comunicação. Sua coluna Alta Roda começou em 1999. É publicada no WebMotors, na Gazeta Mercantil e também em uma rede nacional de 44 jornais, sites e revistas. É, ainda, correspondente para a América do Sul do site Just Auto Inglaterra

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors