Carro flex deve usar velas frias

Problemas na peça podem causar perda de potência e aumento do consumo. Ela deve ser avaliada a cada 20 mil quilômetros
  1. Home
  2. Tecnologia
  3. Carro flex deve usar velas frias
Auto Informe
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Se o seu carro apresentar perda de potência, aumento no consumo de combustível e dificuldades na partida, o problema pode estar no conjunto de velas de ignição.

São vários os fatores que causam danos às velas. Segundo a Bosch, o mais comum é o uso de combustível de má qualidade, o que pode diminuir a vida útil da peça.

Também é preciso prestar atenção ao tipo de vela utilizado. De acordo com a fabricante, as “velas quentes” devem ser usadas nos motores a gasolina, e as “velas frias” para os flexíveis em combustível, já que o álcool é mais corrosivo que a gasolina. As “velas frias” são mais resistentes e têm grau térmico inferior, diminuindo a temperatura de trabalho da câmara de combustão.

Outras coisas que contribuem para a queda de eficiência das velas: filtros sujos de ar e de combustível, motor funcionando em baixa rotação, ponto de ignição desregulado e válvulas injetoras com defeito.

Para evitar problemas, de acordo com a Bosch, é recomendável avaliar as velas a cada 20 mil quilômetros rodados. A peça deve ser trocada conforme a indicação descrita no manual de cada carro.
_______________________________
E-mail: Comente esta matéria

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors