Fiat confirma 2 SUVs, motor turbo e 500e no Brasil

Marca também apresenta novo logotipo, que estreia com a recém-lançada picape Strada, e slogan inédito: "A paixão move"

  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Fiat confirma 2 SUVs, motor turbo e 500e no Brasil
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A Fiat, uma das marcas mais importantes do Grupo FCA na América Latina, terá novidades importantes nos próximos anos. A meta da empresa é voltar à liderança do mercado brasileiro, embora isso não seja admitido de forma oficial. "É uma coisa que pode acontecer por conta deste novo trabalho, mas não exatamente um objetivo", garante Herlander Zola, diretor da montadora.

Em reunião na manhã desta quarta-feira (22), o fabricante confirmou o lançamento de dois novos modelos em 2021: os aguardados SUVs do Argo, já adiantado pelo WM1, e da picape Toro, conhecido pelo conceito Fastback, também noticiado aqui.

Também estão asseguradas a chegada do 500e - o Cinquecento elétrico -, além das estreias de dois motores turbinados e de uma nova caixa de câmbio automática CVT.

Dois SUVs!

Os dois SUVs confirmados já são "conhecidos" do leitor do WM1. O primeiro deles será baseado no Argo - ele também havia sido garantido por Martín Zuppi, diretor geral da FCA na Argentina, durante entrevista ao Autoblog daquele país. Este será um veículo do "segmento B", com porte semelhante ao de Honda WR-V, Nissan Kicks e Ford Ecosport. Será apresentado em 2021 e fabricado no Brasil.

Lançamentos Fiat - Nova marca
icon photo
Legenda: Lançamentos da Fiat: os dois carros cobertos são referências aos SUVs: um compacto e outro médio
Crédito: Reprodução

Baseado no Argo, o modelo ainda não tem nome definido e chegará para concorrer com os SUVs de entrada do segmento, com preços entre R$ 70 mil e R$ 90 mil.

Já o segundo utilitário é o Fastback, nome do conceito de SUV da picape Toro que terá caimento de teto traseiro semelhante ao de um cupê.

Este, maior, chegará para disputar mercado com as versões intermediárias de SUVs médios, como Volkswagen Tiguan, Chevrolet Equinox, Peugeot 3008, o futuro Ford Territory - e até mesmo o líder da categoria e "primo" Jeep Compass.

 Fiat 500 elétrico pode chegar ao Brasil entre o final de 2020 e começo de 2021
Legenda: Fiat 500 elétrico pode chegar ao Brasil entre o final de 2020 e começo de 2021
Crédito: Divulgação

Fiat 500e e novos motores

Outro que chegará ao mercado brasileiro, possivelmente entre a virada do ano, importado, é o 500e, compacto 100% elétrico que promete, pelo tamanho, superar o JAC iEV20 e trazer para a Fiat o título de "carro elétrico mais barato do Brasil" - hoje em dia o modelo chinês leva essa classificação com o preço de R$ 139.900.

Além dos dois SUVs e de seu primeiro elétrico, a Fiat também promete lançar os dois novos (e aguardados) motores turbo entre 2021 e 2022. Um deles nós já "conhecemos": trata-se da versão turbinada do 1.3 Firefly que atualmente equipa - em sua configuração aspirada - Argo, Cronos e as opções mais caras da nova Strada.

Este 1.3 Firefly turboflex, inclusive, deve assumir com o tempo o lugar do motor 1.8 E.torQ flex de 139 cv utilizado pelas versões topo de linha de Argo e Cronos - e também ser adotado por outros modelos do Grupo FCA, como nas configurações de entrada do Jeep Renegade, por exemplo (que também usam o E.torQ).

Já o câmbio CVT está previsto para estrear no ano que vem e, segundo Zola, equipar mais que um modelo em toda a linha de produtos do Grupo FCA - portanto é absolutamente permitido imaginar que ele deva substituir a atual caixa automática de seis marchas dos carros que conhecemos, o que inclui o próprio Renegade e a picape Toro. Pode ser que exista, portanto, um Jeep Renegade 1.3 turboflex CVT em pouco tempo.

Logos Da Fiat Na História
icon photo
Legenda: Logos da Fiat em toda a História mudaram bastante ao longo dos anos
Crédito: Arte sobre divulgação

O que muda na marca

A Fiat considera essa mudança de rebranding uma espécie de reposicionamento da empresa em todo o cenário nacional. De acordo com a apresentação da marca, a ideia é ser mais conectada, informal, leve, democrática, inclusiva e próxima ao consumidor.

"Levamos a marca Fiat para o divã para fazer terapia", confirmou Herlander Zola. Até o slogan mudou: era "Movidos pela paixão" e agora passa a ser "A paixão move".

O novo logotipo, já presente na recém-lançada picape Strada, também faz parte desse novo posicionamento. Ele será adotado pelos próximos lançamentos e substitui o escudo bordô criado em 2006.

Outro sublogo que volta a ser usado pela montadora é o Fiat Flag - nome dado às barras paralelas que representam as quatro letras do nome da montadora, e que agora remetem à cor da bandeira italiana. A Strada também já traz essa novidade.

Outras mudanças

Vale destacar que as mudanças de posicionamento vêm em hora oportuna, já que a FCA (Fiat Chrysler Automobiles) também se prepara para uma movimentação inédita no setor: a fusão com o grupo francês PSA, dono das marcas Peugeot e Citroën.

Desse modo, as concessionárias da Fiat também vão mudar e os espaços serão redesenhados - dez delas, de um total de quase 500, já estão prontas. A fachada será diferente e deverá ter o novo logotipo (chamado de "Fiat Script") em um totem vermelho. A marca ainda promete que esses novos pontos de venda ofereçam um café e espaço kids.

Comentários