Volkswagen revela o T-Roc, SUV derivado do Golf

Utilitário será lançado ainda este ano na Europa como opção mais compacta e acessível ao Tiguan, com muito estilo

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Volkswagen revela o T-Roc, SUV derivado do Golf
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Depois de mostrar "teasers" regularmente nas últimas semanas, finalmente a Volkswagen revelou por inteiro o T-Roc, novo SUV compacto da marca alemã derivado do Golf, que compartilha com o hatch médio a matriz modular MQB na sua construção - a mesma utilizada na sexta geração do Polo, esta já em montagem na fábrica em São Bernardo do Campo (SP) e com lançamento no Brasil marcado para novembro.

icon photo
Legenda: volkswagen t-roc 2017
Crédito: volkswagen t-roc 2017

No caso do T-Roc, ele inicialmente será lançado até o fim do ano na Europa e deverá chegar ao mercado norte-americano até 2019 - a Volks não confirma, mas há chances de o modelo vir para cá daqui a alguns anos via importação.

icon photo
Legenda: volkswagen t-roc 2017
Crédito: volkswagen t-roc 2017

Bastante parecido com o conceito exibido pela VW no Salão de Genebra (Suíça) em 2014, o T-Roc tem porte menor que o da primeira geração do Tiguan, que já foi substituída no mercado europeu pela segunda, de porte maior e opção de sete lugares. A novidade mede 4,23 m de comprimento, contra 4,43 m do "velho" Tiguan, ainda vendido no Brasil e recém relançado nos Estados Unidos como Tiguan Limited. Na comparação com o novo Tiguan de cinco lugares, a diferença no comprimento é de 25 cm.

icon photo
Legenda: volkswagen t-roc 2017
Crédito: volkswagen t-roc 2017

Além disso, o T-Roc tem 2,60 m de distância entre eixos e 445 litros de capacidade no porta-malas, contra idênticos 2,60 m e 470 litros do Tiguan de primeira geração. Ou seja, não difere muito quando o assunto é espaço interno.

Quanto ao desenho externo, o novo utilitário esportivo da VW traz dianteira com grade hexagonal com contornos cromados, faróis estreitos com desenho integrado à grade e luzes diurnas de LEDs na parte inferior do para-choque dianteiro em formato "vazado". O teto traz pintura diferente daquela do restante da carroceria, enquanto a coluna C, aquela que forma o porta-malas, é larga como no Golf. A lateral traseira também chama a atenção por conta do vinco pronunciado sobre as rodas, conferindo um aspecto dinâmico e esportivo.

icon photo
Legenda: volkswagen t-roc 2017
Crédito: volkswagen t-roc 2017

A pintura do teto em cor diferente será opcional, com escolha entre as cores preta, branca, ou marrom metálica. Outro toque bacana é que a parte central do painel, a moldura do console central e as barras decorativas nos painéis internos das portas (estes com faixa de LEDs) podem vir na mesma cor da carroceria, da mesma forma que o novo Polo na Europa.

Por dentro, como o novo Polo, o Golf e outros modelos da Volkswagen, o T-Roc poderá ser equipado com painel digital em tela de alta resolução de 11,7 polegadas, mais central multimídia, com tela padrão de 6,5 polegadas e que pode ser substiuída por outra maior, de oito polegadas.

icon photo
Legenda: volkswagen t-roc 2017
Crédito: volkswagen t-roc 2017

Quanto à parte mecânica, o T-Roc terá à disposição na versão de entrada para o mercado europeu o motor 1.0 TSI turbo a gasolina de 115 cv (o mesmo usado no Polo, no Golf e no Up, mas com calibragem exclusiva), acompanhado de transmissão manual de seis marchas, com tração dianteira.

icon photo
Legenda: volkswagen t-roc 2017
Crédito: volkswagen t-roc 2017

O modelo também poderá vir com o 1.5 TSI turbo lançado há cerca de um ano para o Golf europeu, com potência de 150 cv e capacidde de desligar dois dos seus quatro ciliindros para poupar combustível. Esse motor é acompanhado de câmbio manual de seis velocidades com tração dianteira e automatizado de dupla embreagem e sete marchas, com tração dianteira ou tração integral.

A configuração de topo, por sua vez, terá sob o capô motor 2.0 TSI turbo de 190 cv, sempre com tração nas quatro rodas e caixa sequencial de duas embreagens. Para a Europa, o T-Roc também terá opções de motorização turbodiesel, com cilindradas de 1,6 e 2.0 litros e potência variando de 115 cv a 190 cv.

icon photo
Legenda: volkswagen t-roc 2017
Crédito: volkswagen t-roc 2017

Enquanto o T-Roc ainda é uma incógnita para o Brasil, para o nosso mercado a Volkswagen já confirmou um SUV menor, baseado no conceito T-Cross Breeze e derivado do Polo, a ser fabricado também em São Bernardo do Campo em data ainda a ser anunciada. A Volkswagen também começa a importar do México para o Brasil no ano que vem a nova geração do Tiguan, na versão Allspace, de sete lugares.

Mais detalhes serão divulgados em setembro durante o Salão de Frankfurt, na Alemanha, onde acontece o lançamento mundial do SUV compacto.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors